Turmas CEI Nova Super Kids

Turmas

​"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.”
Turma Berçário para crianças com 4 meses a 2 anos de idade

 

Explorar, incentivar e vivenciar experiências sensoriais e corporais através de atividades lúdicas, para ampliar a capacidade exploratória e investigativa natural, o conhecimento de si, do outro e do mundo.

Objetivos específicos
Favorecer a exploração e a expressão corporal utilizando as diversas linguagens, possibilitando a familiarização com a imagem do próprio corpo;
Permitir a criança desenvolver e aperfeiçoar o uso de seus sentidos; Incentivar a prática da linguagem oral, facilitando a sua interação com os outros. Descobrir o prazer de manusear e transformar diferentes objetos. Aprender as regras de convivência. Manuseio de bolas de diversas cores e tamanhos. Exploração de diversas formas através do manuseio de bonecos, carrinhos e jogos de encaixe. Exploração de objetos com texturas, temperaturas, tamanhos e formas diferentes. Escutar sons variados, emitidos pela natureza e outros. Degustar alimentos: doce, azedo, amargo, salgado. Confecção de massinha. Brincadeiras com bonecos, animais, nomeando e descrevendo as partes do corpo.

Turma Maternal para crianças com 2 anos a 3 anos de idade

Participar de variadas situações de comunicação oral e escrita para interagir e expressar desejos, necessidades e sentimentos, relatando suas vivências;Interessar-se e criar leitura de histórias;Familiarizar-se aos poucos, com a escrita por meio da participação em situações nas quais se faz necessária e do contato cotidiano como: livros, revistas, histórias em quadrinhos e etc.
Proporcionar a sala um ambiente alfabetizador, levando a criança a perceber que tudo que falamos e pensamos podem ser registradas.

Uso da linguagem oral para conversar, comunicar-se, relatar suas vivências e expressar desejos, vontades, necessidades e sentimentos, nas diversas situações de interações presentes no cotidiano;Participação em situações de leituras e escrita de diferentes gêneros feitas pela educadora e também pelas próprias crianças, como contos, poemas, parlendas, trava-línguas, etc. Participação em situações cotidianas nas quais se faz necessário o uso da leitura e escrita. Observação e manuseio de materiais impressos como: livros, revistas, histórias em quadrinhos etc.

Nível III para crianças com 3 anos de idade

 

Proporcionar à sala um ambiente alfabetizador.

Levar o aluno a perceber que tudo que imaginamos, pensamos e falamos pode ser escrito. Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e expressão, interessando-se por conhecer vários gêneros orais e escritos e participando de diversas situações de intercâmbio social nas quais possa contar suas vivências, ouvir as de outras pessoas, elaborar e responder perguntas.

Familiarizar-se com a escrita por meio do manuseio de livros, revistas e outros portadores de texto e da vivência de diversas situações nas quais seu uso se faça necessário. Escutar textos lidos, apreciando a leitura feita pelo professor.

Interessar-se por escrever palavras e textos ainda que não de forma convencional. Reconhecer seu nome escrito, sabendo identificá-lo nas diversas situações do cotidiano. Escolher os livros para ler e apreciar. Incentivar a produção de textos individuais ou coletivos ditados oralmente ao professor para diversos fins.

Nível IV para crianças com 4 anos de idade

 

Nessa faixa etária constata-se uma ampliação do repertório de gestos instrumentais, aos quais contam progressiva precisão. Atos que exigem coordenação de vários segmentos motores e os ajustes a objetos específicos, como recortar, colar, encaixar pequenas peças etc., sofisticam-se.
Para esta fase, os objetivos estabelecidos para a faixa etária de quatro a cinco anos deverão ser aprofundados e ampliados, garantindo-se, ainda, oportunidades para que as crianças sejam capazes de:​

● Ampliar as possibilidades expressivas do próprio movimento;
● Conseguir correr, pular em um pé só, balançar, pegar uma bola, quicar a bola e fazer movimentos mais elaborados e exigentes;
● Escutar textos lidos, apreciando a leitura feita pelo professor;
● Reconhecer seu nome escrito, sabendo identificá-lo nas diversas situações do cotidiano;
● Reconhecer e valorizar os números, as operações numéricas, as contagens orais e as noções espaciais como ferramentas necessárias no seu cotidiano; matemáticas novas, utilizando seus conhecimentos prévios;
● Produzir trabalhos de arte, utilizando a linguagem do desenho, da pintura, da modelagem, da colagem, da construção, desenvolvendo o gosto, o cuidado e o respeito pelo processo de produção e criação.

Nível V para crianças com 5 anos de idade

Nesta faixa etária dos 5(cinco)anos aos 6(seis) anos,  a criança amplia o repertório de gestos instrumentais e um maior controle sobre a própria ação. As conquistas no plano da coordenação de vários segmentos motores e o ajuste a objetos específicos como recortar, colar, puncionar, alinhavar, encaixar pequenas peças, desenhar, pintar e escrever, sofisticam-se. Ocorre maior equilíbrio e sustentação das posturas corporais o que possibilita à criança manter-se numa mesma posição por maior tempo.

Neste nível a organização de atividades abrange diferentes áreas do conhecimento e diversas linguagens (corporal, oral, escrita, matemática, plástica e musical), e a conquista de maior autonomia com relação aos hábitos de higiene, alimentação, organização dos materiais, a resolução de situações problemas.  Explorasse o trabalho em algumas áreas com maior ênfase: exercícios orais de linguagem e o diálogo que é essencial para a troca de conhecimentos com o outro através da socialização da ação, as vivências de jogo simbólico (faz-de-conta, jogo dramático) que possibilita o desenvolvimento da representação, da  expressão, da imaginação, da criatividade e  a adaptação no espaço e no tempo; a motricidade fina e as atividades sistemáticas que envolvam jogos matemáticos, a resolução de problemas e experiências com o raciocínio.

Nível VI para crianças com 6 anos de idade

STF chega à uma determinação sobre o corte etário que estabelece a matrícula de alunos com 6 anos completos até 31 de março para o 1º ano - Atualizada em 03/08/2018. A idade mínima para ingressar no Ensino Fundamental é de 6 anos completos até 31 de março. A determinação é pautada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e pela Resolução CEB nº 6/2010. 

O que acontece com quem está matriculado fora da norma estabelecida?
A decisão não afetará os alunos que já estão matriculados desrespeitando a data e idade de corte-etário. “As crianças devem ter o direito de preservar o seu grupo de referência. Mesmo no caso de não se enquadrarem na data de corte, devem prosseguir sem interrupção. De acordo com o conselho, tanto as diretrizes curriculares quanto a Base orientam para que não haja retenção ou interrupção, seja na Educação Infantil ou ciclo de alfabetização do Fundamental.

© 2019   CEI - Nova Super Kids. Todos os direitos reservados.

Rua: Francisco Mota Machado, 2100 - Capão da Imbuia  |  Curitiba - PR - CEP: 82810-030  |  Fone: 41 3079-6732